A Casa de Luanda no Museu FC Porto

Em agosto, há razões de sobra para visitar o Museu FC Porto, com atividades que de estendem do primeiro ao último dia do mês. História, cultura e empreendedorismo de Angola juntam-se à memória portista numa exposição inédita.

Para todos os públicos e para todos os gostos, o Museu FC Porto preparou um agosto recheado de eventos dentro e fora de portas, com música, contos infantis e oficinas pedagógicas e divertidas na Terra do Dragão.

‘A Casa de Luanda no Porto’ é a exposição temporária que o Museu abre ao público no dia 23 de agosto e, por isso, destaca-se na programação do mês. Na Sala Multiusos e até outubro próximo, sempre com entrada livre, o evento é uma organização da Casa do FC Porto de Luanda em parceria com o Museu FC Porto, assinalando 20 anos da inauguração daquela delegação azul e branca em África e integrando, ainda, o programa de celebrações dos 125 anos do clube iniciado em setembro do ano passado.

Também no Museu, mas no Espaço João Espregueira Mendes – EJEM, a exposição ‘Curiosidade Vertical’ continua visitável até ao fim de agosto. Trata-se de uma seleção de 500 anos de arte decorativa portuguesa e um encontro de autores contemporâneos como Paula Rego, Dominguez Alvarez, Ângelo de Sousa, Fernando Lanhas ou Antoni Tàpies. A curadoria é de Miguel von Hafe Pérez e a entrada é livre, como também é a participação na oficina aberta que o Serviço Educativo realiza no dia 3, tendo como inspiração a mostra patente no EJEM. Através do desenho e explorando as cores, crianças e adultos vão transferir para o papel as sensações despertadas pelas obras e autores reunidos em ‘Curiosidade Vertical’.

Fora de portas, Alfândega da Fé salta à vista no mapa, com a exposição temporária ‘Nesta Casa Mora o Dragão’ a dar corpo e alma à vocação do Museu FC Porto em aproximar, cada vez mais, a história do público. A itinerância também já outro factor que distingue o museu azul e branco e a mostra, a decorrer na Casa da Cultura Mestre José Rodrigues, é uma seleção de peças originais da coleção portista e de imagens captadas por repórteres-fotográficos da cidade do Porto, entre outros conteúdos, como uma réplica do troféu da Taça UEFA/Liga Europa, título conquistado pelo FC Porto em 2003 e 2011.

Os mais novos também não foram esquecidos! Em agosto, a ‘Música com Dragõezinhos’ (dia 4), a oficina criativa ‘Padrão Azul e Branco’ (dia 18) e as ‘Histórias para Dragõezinhos’ (dia 24) também são motivos para visitar o Museu FC Porto em família e saber (ainda) mais sobre a memória do FC Porto, onde cabe o ciclista Joaquim Sousa Santos, vencedor da Volta a Portugal em Bicicleta de 1979. A camisola amarela desse triunfo veste, precisamente, o ‘Objeto do Mês’ em exibição no Hall do museu.