À espera de Godot

A encenação de David Pereira Bastos do mais célebre texto de Samuel Beckett está de regresso ao Teatro Nacional D. Maria II, para três apresentações na Sala Garrett.

À espera de Godot vai ocupar o palco maior do Teatro Nacional D. Maria II, de 6 a 8 de março, depois da estreia na Sala Estúdio em 2018, com várias sessões esgotadas, e de uma digressão nacional.

Com um elenco composto por Bruno Simão, David Pereira Bastos, Miguel Moreira e Rui M. Silva, esta montagem de À espera de Godot assenta no trabalho do ator e na escuta permanente da partitura proposta por Beckett no texto original de 1952.

Todos os dias Gogo e Didi estão ali, à espera do Godot. E todos os dias Pozzo e Lucky passam por lá e têm um encontro. Um eterno retorno onde nada é real e tudo é pretexto para passar o tempo.

Uma produção da Associação Cultural Estado Zero, em coprodução com o Teatro Nacional D. Maria II, esta encenação de David Pereira Bastos do clássico de Beckett regressa agora ao D. Maria II, com sessões a 6, 7 e 8 de março.