A Miss Pavlova já chegou ao Norte Shopping

Senhoras e senhores, atenção, muita atenção porque a Miss Pavlova que nasceu na Rua do Almada, no Porto, já está no Norte Shopping (acabaram-se as desculpas).

Pavlovas: o bolo deu origem ao negócio. Corria o ano de 2013 e Ana Maio ficou desempregada. Em vez de cruzar os braços, meteu as mãos na masa e resolveu começar a fazer pavlovas para vender através da página de Facebook. E assim nascia a Miss Pavlova “de uma ideia, de uma paixão, de um sonho. Foram cinco anos muito intensos, de muito trabalho e dedicação, mas também foram cinco anos muito compensadores, de muitas conquistas, de muito carinho, de muitas emoções à mistura e muitos momentos felizes”, pode ler-se na página de Facebook da Miss Pavlova.

A Miss Pavlova nasceu há cinco anos atrás. Nasceu de uma ideia, de uma paixão, de um sonho. Foram cinco anos muito…

Publicado por Miss Pavlova em Quarta-feira, 30 de Maio de 2018

“Hoje estamos a crescer. A nossa filosofia é crescer de forma sustentada e mantendo sempre a qualidade dos nossos produtos e a frescura de todos os ingredientes que utilizamos, sempre com uma boa dose extra de Amor, porque acreditamos que a alma é o segredo do negócio”, acrescentam no post. A apresentação estética do produto, a diferenciação e a inovação também ajudam e muito! – acrescentamos nós!

Mas no topo das prioridades está o lado humano: “Tudo isto sem nunca esquecer aquilo que é o mais importante para nós: as pessoas. Os nossos clientes, os nossos fãs, os nossos amigos, os nossos parceiros, os nossos fornecedores, a nossa equipa. As nossas pessoas”.

A equipa da Miss Pavlova admite que a chegada ao Norte Shopping “está a ser um grande desafio e um momento de viragem para a marca”. Mas não é só. A Miss Pavlova vai ainda lançar uma uma nova gama de produtos: “queremos continuar a inovar e a fazer mais e melhor”. O sonho de levar a Miss Pavlova para outras paragens de Portugal e, no futuro, quem sabe, exportar os produtos mantém-se.

Enquanto isso, nós por cá continuamos à espera de sermos (re)surpreendidos pela pavlova, o doce criado em homenagem à bailaria russa Anna Pavlova e cuja origem ainda hoje é disputada entre a Nova Zelândia e a Austrália.