Até sempre Anthony Bourdain

O chef de culinária, escritor e apresentador da CNN, Anthony Bourdain, morreu na manhã de 8 de junho, em França, aos 61 anos.

A atriz Asia Argento, namorada de Anthony Bourdain, usou o Twitter para se manifestar publicamente sobre a morte do namorado. “O Anthony dava tudo de si em tudo o que fazia. O seu espírito brilhante e destemido inspirava muita gente e a sua generosidade não conhecia limites. Ele era o meu amor, o meu rochedo, o meu protetor. Estou para lá de devastada. Os meus pensamentos estão com a sua família. Pedia-vos que respeitassem a sua privacidade a minha”.

Bourdain estava em França a gravar episódios do seu novo programa, “Parts unknown”, em que dava a conhecer as diferentes culturas culinárias do mundo, série galardoada com 5 Emmys.

Foi o chef francês Eric Ripert quem encontrou Bourdain morto no quarto de hotel, em Estrasburgo.

Em comunicado, a CNN confirma a morte de Anthony Bourdain e afirma que “o seu amor por grandes aventuras, novos amigos, boa comida e bebida e histórias incríveis pelo mundo fez dele um contador de histórias único. Os talentos nunca deixaram de nos surpreender e vamos sentir muito a sua falta.”

bourdainRecorde-se que Portugal recebeu várias vezes o chef, dando a conhecer alguns monumentos gastronómicos do nosso país, nomeadamente o ex-libris do Porto, a afamada Francesinha, entre outros.

Foram muitos os restaurantes, chefes de culinária e personalidades que receberam e se sentaram à mesa com tão ilustre e ousado divulgador da culinária do mundo e do gosto de comer.

A 8 de junho, Anthony Bourdain serviu-nos o último prato. Paz à sua alma!