Bell & Ross lembra casaco de aviador MA-1

Com o seu mais recente relógio de alta performance, a Bell & Ross vai além dos instrumentos do cockpit do avião, inspirando-se no revolucionário ícone do vestuário dos pilotos da Força Aérea Americana, o casaco de aviador MA-1.

Desde 2005, a Bell & Ross tem vindo a reforçar a sua reputação de desempenho a alta altitude, criando a sua coleção de instrumentos em conformidade com os mostradores no cockpit: quadrados, utilitários, robustos.

Porém, um cockpit tem mais equipamento do que apenas instrumentos. O casaco de aviador dos pilotos, por exemplo – é uma peça essencial de equipamento que, com o advento da Era do Jato militar, nos anos 50, sofreu uma mudança significativa nos EUA: a introdução do MA-1. Originalmente uma ferramenta salva-vidas, um ícone da moda desde então e, em 2019, sempre em busca de um design inovador, a Bell & Ross faz dele a sua mais recente inspiração.

BR03-92 MA-1: UM RELÓGIO PARA PILOTOS

De equipas de Força Policial de Elite a pilotos da Força Aérea Naval, os relógios da Bell & Ross mantêm os profissionais cívicos e militares sincronizados desde a sua criação. Por seu lado, a Bell & Ross inspirou-se no próprio estilo destes profissionais.

Este ano, a Bell & Ross apresenta o BR 03-92 MA-1: uma versão moderna do mais puro relógio de piloto da marca, com detalhes

subtis que prestam tributo ao, agora lendário, casaco de aviador ou “bomber” da Força Aérea Americana de 1958, o MA-1.

Com uma caixa de cerâmica em caqui escuro, um mostrador de construção tipo “sandwich”, recortado para revelar a luminescência cor de laranja da parte inferior e ainda a bracelete em pele caqui/cor de laranja reversível, este é um relógio que – tal como o casaco – beneficia o utilizador com know-how militar.

UMA COMBINAÇÃO DE CORES PERFEITA

Os designers da Bell & Ross basearam-se na adoção do nylon colorido da Força Aérea Americana e nas formas ergonómicas dos anos cinquenta, lançando uma versão do seu relógio de aviador de corda automática, com um estilo mais dinâmico do que nunca.

Tal como os relógios profissionais da Bell & Ross, o casaco de aviador MA-1 deu resposta a uma tarefa crítica de forma altamente funcional – a sua estética elegante foi algo que simplesmente se seguiu mais tarde. A utilização generalizada do avião a jato nos anos cinquenta significou que as altitudes se tornaram muito mais elevadas e, por isso, muito mais frias. A criação de formas aerodinâmicas e um grande desenvolvimento na aviónica eram também sinónimo de cockpits mais compactos.

Os casacos volumosos em pele, com forro de pelo, dos pilotos militares de outrora, não os defendiam do desconfortável frio que sentiam durante o voo, e por isso tiveram de ser rapidamente aperfeiçoados. O nylon afigurou-se como a alternativa apropriada. Quase toda a produção da fibra poliamida tinha sido destinada a paraquedas e cordas de paraquedas durante a Segunda Guerra Mundial.

O MA-1 era também reversível, para que o seu forro cor de laranja vivo servisse de sinalização quando vestido por um piloto abatido, enquanto aguardava por Busca e Salvamento. O casaco ressurgiu nos anos 70, tornando-se um ícone de estilo.

Com o BR 03-92 MA-1 da Bell & Ross, uma edição limitada a 999 peças, começam as sinergias com o casaco – não é usado nylon mas cerâmica, similarmente ultra leve e à prova de riscos, que se estende ao mostrador. A coloração caqui serve de contraste dissimulado para os algarismos cor de laranja recortados – luminescentes para voos noturnos.

A cerâmica alcança esta cor quando ainda se encontra em fase de pó de óxido e se adiciona um pigmento antes de ser composta a estrutura cristalina, sendo este tom de caqui escuro criado na fase mais precoce de desenvolvimento. O mostrador é formado por duas placas de metal sobrepostas com uma construção tipo sandwich. A secção superior é recortada em volta dos algarismos e índices, revelando o revestimento fotoluminescente que cobre a placa inferior.

A combinação das cores cor de laranja/caqui sempre foi sinónimo das forças militares. Tons em verde escuro preservam a camuflagem do utilizador nas condições mais extremas, enquanto o cor de laranja está fortemente enraizado na aviação. Ainda utilizado na atualidade, destaca os comandos mais cruciais e urgentes no cockpit de um avião, onde a Bell & Ross se inspirou originalmente para os relógios instrumentais.

Tal como o casaco, a bracelete em pele caqui do BR 03-92 MA-1 tem não só um revestimento cor de laranja como é instantaneamente reversível. Até as costuras são em caqui escuro para uma camuflagem completa, em contraste com o detalhe cor de laranja que é mantido escondido por baixo. Assim, assegura-se que a função da parte inferior da bracelete se mantém em segredo para todos, exceto para o próprio utilizador.

Desde o entusiasta pela aviação vintage ao apaixonado por estilo, o BR 03-92 MA-1 concentra muitas mais-valias na sua caixa de 42 mm, combinando com diferentes personalidades – tal como um casaco de aviador de alta performance.