Caçadores rumam a Macedo de Cavaleiros

Caçador que se preze não pode faltar a mais esta chamada. É já a partir de 24 de janeiro que Macedo de Cavaleiros é palco da XXIII Feira da Caça e Turismo que vai decorrer, como habitualmente, em simultâneo com a XXV Festa dos Caçadores do Norte. Até 27 de janeiro.

A Feira da Caça e Turismo é de importância tal que se estima consiga atrair 40 mil visitantes. Contas feitas, durante quatro dias espera-se que por Macedo de Cavaleiros passe o equivalente ao triplo da população do concelho transmontano. Para o certame são ainda esperados mais de 700 caçadores nas quatro batidas ao javali. Afinal, a festa também é deles, dos caçadores, claro está!

Nas naves do Parque Municipal de Exposições e em tendas alugadas propositadamente para albergar o certame, vão estar muitos stands com representações institucionais, de exposição e venda de artigos para a caça, de produtos locais, artesanato, bares e tasquinhas, onde será possível saborear a gastronomia local. Em várias localidades do Concelho, decorrerão as montarias ao javali. Quer no interior, quer no exterior dos pavilhões, haverá animação musical e atividades diversificadas, designadamente corrida de galgos, provas de cetraria, de beleza de cães de caça e de gado, exposição e prática de falcoaria, passeios pedestres, exposição de fauna viva.

Há 23 anos que o Município, em parceria com entidades ligadas ao setor, organiza esta feira que é também a festa dos caçadores.

Paralelamente decorre ainda a semana gastronómica do javali, com 16 restaurantes aderentes. Este ano, pela primeira vez, do programa faz também parte um seminário Internacional sobre Turismo de Interior subordinado ao tema “Um Turismo Adequado para o Interior de Portugal”.