Cataplanas para provar e brincar

CATAPLAY encerra a sua tour em Faro, uma brincadeira em que dois chefs tentam descobrir as origens da cataplana algarvia e que termina com uma degustação com o público. Enquanto isso, Loulé recebe uma das mais interessantes duplas da cena de dança europeia em Le Terrier, um espetáculo que apela aos sentidos. São as propostas desta semana do 365 Algarve.

Entre homem e mulher pode não se meter a colher mas cabe sempre uma cataplana. A receita é simples: Um homem, uma mulher, cinco dentes de alho, um conflito, dois pontos de vista, sonoridades várias e um toque pessoal. CATAPLAY tem em Faro a sua última exibição, após uma tour muito bem sucedida, pelo Algarve. Dia 18 de maio, no Museu Municipal de Faro, às 18h, o Afamado Al-Chef e a Marafada Cozinheira vão subir a palco para mais uma acesa performance que junta o teatro à gastronomia típica da região.

Esta é a última oportunidade de participar neste espetáculo intimista e bem-disposto, para toda a família que termina numa degustação do famoso prato algarvio. Todas as sessões são faladas em português e legendadas em inglês. Os bilhetes, de 10€ estão à venda através do portal do 365 Algarve.

Dança e teatro fundem-se em Le Terrier da dupla belga Demestri & Lefeuvre. A 11 de maio, o Cineteatro Louletano vai-se transformar numa caixa negra onde o teatro ganha vida, numa forma corporal, com livre arbítrio, plena de desejo e com histórias para contar. Um cenário aparentemente simples em que o espetador mergulha numa exibição mais de visões e sensações que de narração.

Desde 2012 que, Florencia Demestri e Samuel Lefeuvre desenvolvem espetáculos híbridos onde a questão do “estranhamento” é sempre central, favorecendo a dramaturgia dos sentidos, em detrimento do significado. Le Terrier é um poema visual e físico, de caminhos sinuosos que procura distorcer a noção de corpo, espaço e tempo. Um espetáculo enquadrado nos Encontros do Devir. Os bilhetes, de 5€, estão à venda através do portal do 365 Algarve.