‘Cintilações’ até 31 de março no Museu FC Porto

Era inevitável! A afluência de visitas aliada à grandiosidade das obras apresentadas ditaram o prolongamento da exposição “Cintilações” no Museu FC Porto. Para ver até 31 de março.

A exposição “Cintilações” vai continuar a brilhar e a atrair o público por mais um mês, no Espaço João Espregueira Mendes, no Museu FC Porto.

Recorde-se que a exposição temporária foi inaugurada em outubro do ano passado e com curadoria de Miguel von Hafe Pérez, a mostra reúne 18 autores obrigatórios do século XX português e um conjunto de 24 trabalhos saídos do acervo referencial da Fundação Ilídio Pinho.

A programação paralela à exposição temporária também se prolongará e assim, a 18 de março terá lugar a segunda sessão de “Uma Conversa Entre”… Miguel von Hafe Pérez e Laura Castro, professora da Escola das Artes da Universidade Católica Portuguesa, a partir das 19 horas. A entrada é livre. No dia 30 de janeiro, o curador Miguel von Hafe Pérez recebeu Lúcia Almeida Matos, Diretora da Faculdade de Belas Artes do Porto.

O EJEM – Espaço João Espregueira Mendes localiza-se no Museu FC Porto. Cintilações: obras maiores do séc. XX português na coleção Ilídio Pinho reúne Almada Negreiros, Álvaro Lapa, Amadeo Souza-Cardoso, Ângelo de Sousa, Arpad Szenes, Augusto Gomes, Eduardo Batarda, João Vieira, Jorge Barradas, Jorge Pinheiro, Júlio, Júlio Pomar, Júlio Resende, Manuel Rosa, Mário Eloy, Nikias Skapinakis, Paula Rego e Vieira da Silva. Entre as obras selecionadas para esta exposição, há trabalhos raramente acessíveis ao público. A entrada é livre.