Conhecer a Meningite

Conhecer a Meningite é o nome da campanha da Pfizer Vacinas apela à prevenção contra a Meningite Meningocócica.

«Conhecer a Meningite» é a mais recente campanha da Pfizer Vacinas para a sensibilização para a Meningite Meningocócica. Dirigida a pais, crianças, adolescentes e jovens adultos, a campanha para a prevenção da Meningite Meningocócica conta com a colaboração da apresentadora Cristina Ferreira, da blogger Catarina Beato e do youtuber Nurb.

Associamos a prevenção de doenças como a Meningite Meningocócica a bebés e a crianças mais jovens. A Doença Meningocócica endémica ocorre primariamente em crianças e adolescentes, com maior taxa de ataque em lactentes dos 3 aos 12 meses de vida. A mais recente campanha da Pfizer Vacinas tem como objetivo sensibilizar os adolescentes e os seus pais para esta doença, bem como para a sua prevenção.

A par do lançamento do site www.conhecerameningite.com, onde se pode ficar a saber mais sobre Meningite Meningocócica (uma das formas clínicas da Doença Meningocócica), grupos e comportamentos de risco, a campanha conta com o apoio de três “embaixadores” que, pelas fases da vida em que se encontram, falam a mesma linguagem dos públicos-alvo.

A apresentadora Cristina Ferreira e a blogger Catarina Beato são o ponto de contacto com os pais, explicando, nas suas plataformas sociais, a importância da doença e sua prevenção. Caberá ao youtuber Nurb a importante tarefa de chegar aos adolescentes e jovens adultos.

A Meningite Meningocócica é uma inflamação nas meninges (as membranas que envolvem o cérebro e a espinal medula). Rara, mas devastadora, esta doença é causada pela bactéria Neisseria meningitidis, também conhecida por meningococo.1,2

Em até 15% dos casos, a Meningite Meningocócica pode causar a morte 24 a 48 horas após o início dos sintomas, mesmo com diagnóstico precoce e tratamento adequado. Das pessoas que sobrevivem, até 20% apresentam sequelas permanentes, tais como lesão cerebral, surdez ou défice motor. Tendo em conta a raridade da doença torna-se crítico pensar na sua prevenção.