Costuma sacudir o tapete à janela?

Há quem diga que sacudir a toalha à noite dá azar, e ao que parece, além de dar azar pode também sair caro!

Na verdade, sacudir o tapete ou outro tipo de objetos à janela obedece a regras bem claras. Por isso, lá diz o ditado que mais vale prevenir que remediar!

Ora então, vamos por partes. As regras sobre sacudir tapetes devem estar definidas no Regulamento Municipal dos Resíduos Sólidos, Higiene e Limpeza. Assim, se tem um vizinho que sacode os tapetes à janela e quer saber o que diz o seu município sobre o assunto, a primeira coisa a fazer é ligar para a câmara municipal ou consultar o regulamento da área de residência.

E olhe que a sugestão é feita pela DECO – Associação para a Defesa do Consumidor. Mas, certo é que nem todos os municípios têm regras definidas quanto a este assunto. Mas se existirem e não forem respeitadas, trata-se de uma infração punível com coimas que, nalguns casos, são elevadas.

Ou seja, além de dar azar, também pode sair caro! Como mero exemplo, saiba que na Nazaré, por exemplo, o ato está sujeito a coimas entre os 249,40 e os 2 493,99 euros. (conforme previsto no regulamento municipal local: é proibido “sacudir ou bater cobertores, tapetes, alcatifas, fatos, roupas ou outros objetos das janelas, varandas e portas para a rua (…) sempre que seja previsível que os resíduos deles provenientes caiam sobre os transeuntes ou sobre os bens de terceiros, tais como os automóveis, roupa a secar, pátios e varandas”).

Em nome da boa vizinhança também não custa nada alertar, antes mesmo de fazer queixa.