Dão conquista o “Enólogo do Ano”

Na gala anual "Os Melhores do Ano 2019", organizada pela Revista de Vinhos, a Região Vitivinícola do Dão voltou a ser galardoada. O Prémio "Enólogo do Ano" foi atribuído a Paulo Nunes, da Casa da Passarella, numa cerimónia que distinguiu ainda quatro vinhos da região.

A região do Dão voltou a conquistar um dos prémios mais cobiçados, o “Enólogo do Ano”. A Alfândega do Porto foi palco de mais uma cerimónia “Os Melhores do Ano”, organizada pela Revista de Vinhos. Com 24 categorias, estes prémios distinguem personalidades e produtos da Enologia e da Gastronomia que se evidenciaram no último ano.

Na sua 23ª edição, que assinalou também os 30 anos da Revista de Vinhos, a região do Dão voltou a ser destaque, com um dos prémios mais cobiçados, o “Enólogo do Ano” para Paulo Nunes, enólogo da Casa da Passarella desde 2008. Em 2017, Paulo Nunes também tinha sido eleito Enólogo do ano pela revista Vinho Grandes Escolhas, tornando-se o primeiro enólogo do país a ser distinguido pelas duas publicações da especialidade.

Mas este não foi o único prémio conquistado pela região. O vinho Casa da Passarella Villa Oliveira 2016 Branco foi também distinguido com o prémio “Excelência do Vinho”, fazendo parte de uma lista restrita de trinta galardoados.

Além destes dois prémios tão honrosos, os vinhos Casa de Mouraz Bot 2015 Tinto (António Lopes Ribeiro Wines), Monte Cascas Vinha da Carpanha 2012 Tinto (Casca Wines) e Teixuga 2014 Branco (Caminhos Cruzados) foram distinguidos com 18 pontos e foram considerados os melhores da região do Dão.

Conhecidos como os “óscares do vinho”, a cerimónia de “Os Melhores do Ano” acontece todos os anos com o objetivo de premiar o que de melhor se faz em Portugal na área do Vinho, Gastronomia e Enoturismo.