Doenças raras em debate no Porto

Médicos querem mais discussão política sobre doenças raras. O Núcleo de Estudos das Doenças Raras (NEDR) da Sociedade Portuguesa de Medicina Interna (SPMI) vai realizar nos dias 30 de novembro e 1 de dezembro, no Hotel Crown Plaza, no Porto, o seu oitavo Simpósio.

As doenças raras vão estar em debate no oitavo Simpósio da Sociedade Portuguesa de Medicina Interna. “Dirigida a especialistas de Medicina Interna, esta iniciativa contará com um primeiro dia de formação, com um curso em doenças lisosomais de sobrecarga, e com um segundo e último dia com diversas sessões que abrirão a discussão sobre temas que vão desde o diagnóstico até às atuais terapêuticas para as doenças raras”, explica Luís Brito Avô, coordenador do NEDR.

Uma das sessões mais esperadas vai abordar as estratégias dos Ministérios da Saúde, Educação e Segurança Social para as doenças raras, e vai contar com a moderação de Luís Brito Avô e Lèlita Santos, vice-presidente da SPMI, e com a presença de Graça Freitas, Diretora-Geral da Saúde.

Segundo João Araújo Correia, presidente da SPMI, “é importante que os internistas consigam ter uma visão ampla e um sentido crítico em relação àquilo que os órgãos governamentais têm feito em prol da melhoria da qualidade de vida das pessoas portadoras de doenças raras”.

Desta forma, acrescenta o internista, “esta sessão servirá, em parte, para promover a discussão política e pública sobre o tema, e assim contribuir para a inserção social destes indivíduos que, em certas circunstâncias, são marginalizados pelas suas comunidades e pelas próprias instituições”.

No final do evento serão ainda entregues os prémios para os melhores resumos apresentados durante o Simpósio.