Dragão celebra aniversário com festa rica em Cultura

Não é caso único, mas pode, desde já, saber que em novembro tem razões diversas para visitar o Museu FC Porto e várias vezes! Ou não fosse certo que em novembro há um acontecimento único no Coração do Porto - O Estádio do Dragão celebra 16 anos no dia de 16 de novembro e essa coincidência irrepetível resulta numa oportunidade ainda mais singular para conhecer a fundo todo o centro do universo azul e branco.

Mas, toda a história do FC Porto, a programação para famílias, o ‘Dar Letra à Música’ com João Gil e duas exposições temporárias de arte são razões para ir muitas vezes ao Museu.

Parabéns Estádio do Dragão

A 16 de novembro, uma data tão especial, o Museu FC Porto, através do Serviço Educativo realiza uma oficina criativa para crianças e adultos, o Museu também desembrulha o presente e o passado na visita temática ‘Pegada Artística’ – onde se incluem o estádio e o pavilhão Dragão Arena –, um passeio maior pelo Coração do Porto, que acolhe obras de artistas conceituados como Joana Vasconcelos, Alberto Carneiro, Rigo 23, Gémeo Luís, Mr. Dheo e Hazul Luzah, todos com trabalhos realizados para o FC Porto.

A arte de fazer a diferença é uma condição da identidade portista, algo que a história do clube tão bem demonstra. Visitar a exposição permanente do Museu é descobrir 126 anos de memórias do FC Porto e da cidade do Porto, através de factos, figuras, conquistas, troféus e muitas curiosidades.

Exposições temporárias

O espaço da memória do FC Porto também é um centro vivo da cultura geral, onde a pintura predomina, neste momento, em duas exposições temporárias. A partir do dia 21, “Sentir o Oceano” (entrada livre) leva trabalhos da artista plástica Catarina Machado à Sala Multiusos, e mesmo ao lado, o Espaço João Espregueira Mendes (EJEM) apresenta uma oportunidade única de apreciar obras que raramente são expostas ao público – “Cintilações: obras maiores do séc. XX português na coleção Ilídio Pinho” (entrada livre). Esta exposição tem curadoria de Miguel von Hafe Pérez e reúne 18 autores fundamentais:  Almada Negreiros, Álvaro Lapa, Amadeo Souza-Cardoso, Ângelo de Sousa, Arpad Szenes, Augusto Gomes, Eduardo Batarda, João Vieira, Jorge Barradas, Jorge Pinheiro, Júlio, Júlio Pomar, Júlio Resende, Manuel Rosa, Mário Eloy, Nikias Skapinakis, Paula Rego e Vieira da Silva.

“Dar Letra à Música” com agenda até janeiro

No auditório Fernando Sardoeira Pinto, a sessão do “Dar Letra à Música” (dia 14) tem como convidado o guitarrista e compositor João Gil. Mas dezembro “Chama o António” ao Coração do Porto, para o último serão de 2019 do evento – o Toy vai estar no Dar Letra à Música na noite de 5 de dezembro. A música e a boa disposição contagiante de Toy têm tudo para conjugar na medida certa com o ambiente informal do evento, adivinhando-se uma sessão que, se durasse toda a noite, talvez não chegasse para percorrer toda a carreira de um artista tão paradigmático. “Dias de Paz”, “Mãe (Três Letras de Saudade)”, “Chama o António”, “Estupidamente Apaixonado”, “Olhos de Água”, “És tão Sensual” ou “Coração não tem idade (vou beijar)” são cartões de visita de uma extraordinariamente longa lista de sucessos distribuídos por dezenas de singles, LP’s, coletâneas e edições ao vivo de um fenómeno de popularidade que também pertence à história da televisão nacional. Depois, o novo ano começa com um nome já referencial entre os talentos mais recentes em Portugal. Janeiro, no dia 23, chega com… Janeiro e, certamente, o jovem músico natural de Coimbra vai selecionar temas saídos do álbum “frag.men.tos” ao partilhar canções e histórias numa sessão que, aliás, antecede a passagem deste emergente artista na Casa da Música (Porto).

Programas para famílias

Como já vem sendo hábito, a programação de novembro do Museu FC Porto não foge à regra e reserva muitos dias com eventos para todas as idades ou particularmente dirigidos às famílias. Assim, vale a pena apontar na agenda: “Lua” e “Estrelas” são os temas das sessões da ‘Musica com Dragõezinhos’ (dia 3), “A Cozinha da Avó” é um espetáculo para os mais novos no ‘Teatro com Dragõezinhos’ (dia 10) e “Feira de Outono” é o conto para ouvir nas “Histórias para Dragõezinhos (dia 23).