Em vez de gasolina, água salgada…

Carro movido a água salgada fez 150 mil quilómetros e com poluição zero.

A empresa alemã nanoFlowcell tem procurado concretizar uma ideia antiga: a de usar água como combustível. Tendo conseguido completar 150 mil quilómetros em testes de estrada com o seu modelo protótipo mais recente, o compacto citadino Quantino.

Já em agosto de 2017, o carro alemão tinha completado 100 mil quilómetros, atingindo agora os 150 mil quilómetros em meio urbano. Durante os testes, o protótipo percorreu 1000 quilómetros durante 8 horas e 21 minutos, sem necessitar de reabastecimento… de água salgada.

O Quantino, com um habitáculo para quatro pessoas no interior, tem um motor de 80 kW (109 cv) para um peso de 1421 kg, ultrapassando os 100 km/h em apenas cinco segundos.

www.motor24.pt

E como funciona este carro a água salgada? Como uma célula de combustível, usando, em vez de hidrogénio, água salgada ionizada. A interação dos iões positivos com iões negativos, ao passar por uma membrana, gera energia elétrica que é usada para mover o automóvel. O que resulta deste processo é água, tal como numa célula de combustível de hidrogénio, o que permite ao automóvel funcionar com emissões zero e reabastecimento rápido.

Refira-se que a nanoFlowcell quer começar a produzir este automóvel em série a médio prazo.