Estrela vs Belenenses (futebol moderno à moda antiga)

Teve lugar no passado domingo, no campeonato distrital, um jogo de equipas habituadas ao convívio entre os grandes do futebol português, isto é, habituadas ao futebol de primeira liga. Competição essa à qual tencionam voltar em breve, tendo para isso que subir alguns escalões antes de lá chegar.

Foi em 2019 mas nem parecia. Na Reboleira, estádio do Estrela, a luta contra o futebol moderno fez-se à moda antiga. Aquele futebol de domingo à tarde que pede um estômago já reforçado e pronto para as emoções. E que emoções trazia este jogo de distrital! Não era um qualquer. Era um dérbi. E também não era um dérbi qualquer. Era um dérbi à antiga. CD Estrela, o renascido, e CF Os Belenenses, o recuperado, mediram forças num jogo com assistência digna de primeira liga. Com uma maior qualidade, o líder Belenenses andou sempre perto da baliza dos tricolores, onde o guarda-redes do Estrela voava contra tudo e todos para manter aquela baliza inviolável, algo que acabou por conseguir, segurando o nulo até ao último apito da partida.

Assim sim, vale a pena, ver no fim do jogo abraços azuis e tricolores entre adeptos que ao longo de 90 minutos vibraram, gritaram e aplaudiram no limite das suas energias. Assim sim, vale a pena assistir a um jogo de futebol, porque o futebol da bancada derrotou claramente o futebol da banca. Futebol à moda antiga, antes de Bosman, antes dos petrodólares árabes, antes dos milhões televisivos. O dinheiro estragou o futebol, que deveria ser dos adeptos mas passou a ser dos empresários

Desta vez, venceram todos aqueles que apoiam incondicionalmente as equipas de futebol que representam e orgulham verdadeiramente a camisola e o emblema dos seus clubes.