Festival de cerveja artesanal no Porto

O 3.º Porto Beer Fest - o maior festival do género realizado na Península Ibérica.

Está a decorrer nos Jardins do Palácio de Cristal, entre as 17 e as 24 horas, até dia 16, o 3.º Festival de Cerveja Artesanal, Porto Beer Fest. Para quem aprecia este tipo de cerveja e não só. Porque além da cerveja, há também música, ioga (às 19 horas), mundial de futebol (em ecrã gigante) e até um cabeleireiro.

Já sabe, se quiser desfrutar de um tempo de descanso, vá lá. Segundo Octávio Costa, organizador do festival, “nunca houve um festival com tantos estilos diferentes de cerveja na Península Ibérica”. De facto, estão lá 50 cervejeiros – mais 20 do que no ano passado, sim, porque esta é já a 3.ª edição – não só de Portugal, mas também de Espanha (País Basco, Catalunha, Galiza) Estónia, EUA, Bélgica, Noruega, Suécia. Inglaterra, Itália, Luxemburgo, Dinamarca e Finlândia.

E não pense que as cervejas artesanais são todas iguais. Não são, mesmo! Por isso, neste festival serão apresentadas (e podem ser provadas) as novas tendências na cerveja artesanal, a saber: as grape ales (elaboradas a partir do mosto de uvas), as hoppy lagers (com adição de lúpulos aromáticos cítricos ou florais), sidras e hidromel com bases de frutas, as maturadas em barricas de vinhos generosos e destilados (o barrel aged) e ainda as glúten free, “uma tendência e uma necessidade do mercado”, entre outras.

Mas as novidades festivaleiras não se ficam por aqui. Há ainda as cervejas colaborativas, cujas receitas são produzidas por dois ou mais cervejeiros: a Pastel de Nata Brown Ale, produzida a partir da colaboração entre a Mean Sardine (Ericeira) com a americana Harpoon Brewery, de Boston (EUA) com “nuances de canela, de lactose e de biscuit”; a Tanker Brewery (da Estónia) que nos dará a provar uma cerveja feita em conjunto com dois portugueses (PostScriptum e MOMBrewers). O do brasileiro Tiago Falcone, que, há dois anos, anda a percorrer o mundo de bicicleta na World Beer Cycling Tour e que já passou por 15 países, fez uma cerveja com a minhota Letra.

Claro que cerveja sozinha não puxa carroça. Há que contar com vários petiscos como presuntos, queijos, enchidos, conservas, tremoços, e, até, torrefação e mistura de cafés.

Para condimentar tudo, há música ao vivo com a atuação de Dj e bandas como os Shuffle, 7Magníficos, Tony Perry, A Boy NAmed Sue, Guilherme Barros, Farofa, Portuguese Pedro, Moonshiners e Mosca.