Festival Ibérico de Cinema de Badajoz premeia curtas portuguesas

“A Sonolenta” na categoria de Melhor Música Original e “Coup de Grâce” com a Melhor Fotografia – são as duas curtas-metragens portuguesas que foram premiadas no 24.º Festival Ibérico de Cinema de Badajoz (Espanha).

São as duas curtas-metragens portuguesas premiadas no 24.º Festival Ibérico de Cinema de Badajoz (Espanha) – FIC. A revelação foi feita em comunicado pela própria organização do Festival que indicou que o Prémio Onofre para a Melhor Música Original foi atribuído a Eduardo Raon, por “A Sonolenta”, filme realizado por Marta Monteiro. Já Rui Xavier venceu o Prémio AEC de Melhor Fotografia pelo seu trabalho na curta-metragem “Coup de Grâce”, da realizadora Salomé Lamas.

A partir das 400 curtas-metragens que se apresentaram a concurso, a seleção oficial distinguiu 20 dessas obras. A cerimónia de entrega dos galardões decorreu no Teatro López de Ayala, em Badajoz.

Ao todo foram quatro curtas-metragens portuguesas que estiveram em competição neste 24.º FIC de Badajoz, pois, além das vencedoras, também “Tocadora”, de Joana Imaginário, e “Thursday Night”, de Gonçalo Almeida, integraram a representação lusa. “Havia 23 curtas-metragens portuguesas que concorreram e, para a secção oficial, foram escolhidas estas quatro”, explicou a organização.

O FIC, considerado “uma referência do cinema na Península Ibérica”, atribuiu ainda o Prémio para a Melhor Curta-Metragem à película espanhola “Matria”, de Álvaro Gago, que já tinha conquistado o Grande Prémio do Júri do Festival de Sundance, nos Estados Unidos da América, assim como outras distinções.

Além das duas curtas-metragens portuguesas distinguidas, outras 10 receberam prémios. Das 32 curtas selecionadas, a mulher assume o papel protagonista num grande número. Mas os jovens e as crianças também estiveram em grande destaque, com a recuperação do Festival dos Miúdos. A 24ª edição do Festival Ibérico de Cinema de Badajoz decorreu de 17 e 21 de julho.

Parabéns aos vencedores, em especial aos portugueses!