FITIJ-Festival Internacional de Teatro e Artes em Santarém

A 14.ª edição do FITIJ – Festival Internacional de Teatro e Artes vai oferecer, de 1 a 7 de outubro, 78 iniciativas, com a participação de grupos artísticos de dez países.

Organizado pela Associação Cultural FITIJ, pela Câmara Municipal de Santarém e pela Fundação Inatel, o festival conta este ano com a participação de grupos de Portugal, Espanha, Inglaterra, Noruega, Dinamarca, Polónia, Letónia, Israel, Brasil e Rússia.

Com enfoque no público infantil, o FITIJ tem uma programação que abrange “todo o tipo de público”, aliando espetáculos em teatros a iniciativas de rua, incluindo várias ‘flashmobs’ (atuações imprevistas) e intervenções de arte urbana, e promove residências artísticas, oficinas temáticas para alunos e professores, exposições e a itinerância por municípios da região.

Ao longo do festival, haverá ainda cinco exposições temáticas, duas residências artísticas, quatro oficinas de formação, cinco aulas diárias (projeto “Criançando”), seis animações em escolas, sete animações de rua, três obras de arte urbana, duas conferências/colóquios, uma instalação artística e técnica e nove extensões do festival no distrito de Santarém (em Fazendas de Almeirim/Almeirim, Casais da Amendoeira/Cartaxo, Alpiarça e Vila Nova da Barquinha).

No dia 1 de outubro, o festival abre com o espetáculo “A Ilha dos Palhaços”, pela companhia Jojo e Lily, da Letónia, às 10h30 e às 14h00, no Teatro Sá da Bandeira, realizando-se à noite um encontro de artistas escalabitanos (João Loureiro, Pedro Clérigo, Nuno Labau e Nuno Fradique), intitulado “Filhos da Terra”. Coincidindo com o Dia Mundial da Música, acontecerão ainda vários ‘flashmobs’, com acordeão, guitarra, violino, em autocarros e espaços movimentados da cidade.

Os espetáculos, que rodarão por vários espaços, incluem ainda as peças “Que sabes tu?… Da literatura portuguesa” e “Em Busca do Fogo”, dos espanhóis Arawake, “Fado Sábado à Tarde”, do grupo dinamarquês Soenderjysk Figurteater, “Aventura no Mar”, da Livraria Aqui Há Gato, “Pântano”, pelo Teatr Rondo, da Polónia (para adolescentes), “Frida e Eu”, pela brasileira Iêda Rodrigues Dias, ou “Happy Hour”, do Duo Looky, grupo de novo circo de Israel.

No dia 2 à noite, no Teatro Sá da Bandeira, atua o coro “Ao Meu Ritmo”, da APPACDM de Santarém, a que se seguirá a peça “A Festa”, do Crinabel Teatro, havendo, ao fim da tarde, um encontro dos vários grupos participantes na Casa do Brasil.

Do programa fazem também parte o espetáculo de circo “Human’Art”, no jardim Portas do Sol, “O Sonho do Palhaço Soneca”, pelo Veto Teatro Oficina, ou “Uma amiga preciosa”, pelo Centro Dramático Bernardo Santareno.

O projeto “Criançando” disponibilizará oficinas temáticas para as escolas sobre robótica, artes plásticas, ciência, artes circenses, fantasia e faz de conta, construção de fantoches, podendo os professores frequentar ações sobre construção e manipulação de marionetas (dinamizada pelo grupo dinamarquês) ou maquilhagem e caracterização e expressão dramática, entre outros.