Fotografias de Bernardo Sassetti em Montemor-o-Novo

Está disponível em setembro nas instalações da Associação O Espaço do Tempo, no Convento da Saudação, em Montemor-o-Novo (Évora), uma exposição que reúne 18 fotografias da autoria do músico e compositor Bernardo Sassetti.

Bernardo Sassetti, que morreu a 10 de maio de 2012, aos 41 anos, era considerado um dos mais criativos pianistas da sua geração, para lá das fronteiras do jazz, cultivando também outras artes, como mostram estas fotografias.

Intitulada “… e ainda por cima está frio”, esta exposição está patente ao público até dia 30 de setembro, nos claustros e ‘foyer’ d’O Espaço do Tempo, depois de ter integrado um conjunto de iniciativas – concertos, ciclo de cinema e conversas temáticas – organizadas pela Casa Bernardo Sassetti e pelo São Luiz Teatro Municipal.

Comissariada pelo fotógrafo Daniel Blaufuks, a iniciativa reúne uma seleção de 18 fotografias da autoria de Sassetti, dando a “conhecer uma outra faceta artística, a fotografia”, do pianista e compositor, que mostra “o modo obsessivo, apaixonado, como Bernardo lidava com as coisas a que se entregava: a música, obviamente, e também o cinema e a fotografia”. “Eram artes que se entrelaçavam e se confundiam, misturando-se e contaminando-se mutuamente, sem muros nem limitações. Ora, ‘se é complicado ter uma obsessão na vida’, como lembra Blaufuks, ‘ainda mais o é ter duas’ ou três”, pode ler-se no texto da curadoria da exposição.

A exposição de fotografias integra a programação da Esplanada de Verão d’O Espaço do Tempo, do coreógrafo Rui Horta, que termina no final de setembro.