“Infinito Vão – 90 anos de arquitetura brasileira”

Em abril a música volta a cruzar-se com a arquitetura no âmbito da exposição "Infinito Vão - 90 anos de arquitetura brasileira". Na Casa da Arquitectura, de 11 a 14 de abril.

Na Casa da Arquitectura os sons do Brasil fazem-se ouvir todos os dias na Exposição “Infinito  Vão – 90 Anos de Arquitetura Brasileira” mas em abril vai ser reforçado este cruzamento entre música e arquitetura.

Zuza Homem de Mello, figura maior do jazz no Brasil, musicólogo, jornalista, radialista e produtor musical, é a figura central desta programação que inclui uma Aula Ilustrada e Musicada “90 Anos da Canção Brasileira – 1928 a 2018”, o concerto “Músicas Brasileiras, Músicos Portugueses” com a Orquestra Jazz de Matosinhos e o baterista Kiko Freitas, a apresentação e exibição do Documentário “Zuza Homem de Jazz” e também um ato poético inspirado em Clarice Lispector protagonizado pela atriz Camila Pitanga.

Serão ainda lançadas as versões portuguesa (coedição Casa da Arquitectura e Editora Monolito)  e inglesa (coedição Casa da Arquitectura e Lars Müller Publishers) do catálogo “Infinito Vão” com a presença dos curadores Fernando Serapião e Guilherme Wisnik. Marcelo Ferraz dá uma conferência dedicada ao tema “Brasil Arquitetura”.

Entre 11 e 14 de abril, há cinema, conferências, visitas guiadas, debates,  lançamentos de livros e atividades para crianças e famílias concebidas pelo Serviço Educativo da Casa da Arquitectura.