Línguas em vias de extinção no D. Maria II

“A menor língua do mundo”, espetáculo de Alex Cassal e Paula Diogo, chega à Sala Estúdio do Teatro Nacional D. Maria II a 5 de março. Ficará em cena até dia 15 do mesmo mês.

Depois da estreia em setembro de 2019 em Alcanena, “A menor língua do mundo” chega agora ao D. Maria II. Com texto e encenação de Alex Cassal e Paula Diogo, o espetáculo conta com interpretação de Bibi Dória, Sílvia Filipe e Zia Soares, e música de João Lopes Pereira.

Em 2100, o mundo poderá ter perdido metade das suas línguas: dos 7000 idiomas falados atualmente, espera-se que 50% não sobrevivam até ao final do século. Em Portugal estão ameaçadas línguas como a língua gestual portuguesa, o minderico, o aragonês, o barranquenho ou o mirandês. Foi este o ponto de partida dos criadores Alex Cassal e Paula Diogo para A menor língua do mundo.

Durante o processo de criação de A menor língua do mundo, a equipa artística do espetáculo viajou por Miranda do Douro, Minde e Barrancos – terras do mirandês, do minderico e do barranquenho – estabelecendo encontros entre um grupo multidisciplinar de artistas e pessoas que ainda carregam consigo a memória e a prática de algumas destas línguas em vias de extinção. Um trabalho de pesquisa que, mais do que registar algo que foi, pretendeu explorar possíveis vir-a-ser, criando menos um museu e mais uma feira.