Maior Congresso Têxtil do Mundo no Porto

A cidade do Porto foi a eleita para receber o maior Congresso Têxtil do Mundo.

Será em 2019 que a Invicta vai acolher o maior Congresso Têxtil Mundial – International Textile Manufacturers Federation (ITMF). Barcelona e Paris estavam na corrida ao evento. De 20 a 22 de outubro de 2019.

A organização do evento estará a cargo da Associação Têxtil e Vestuário de Portugal (ATP). Para o diretor-geral da ATP o facto de o Porto ter ganho a disputa pela realização do evento a outras grandes cidades europeias demonstra que o setor têxtil e vestuário português é hoje um “caso de estudo internacional, seguido atentamente em todo o mundo e extremamente valorizado noutros modelos de negócio”.

São esperados 300 a 350 participantes no Porto, entre empresários e gestores de grandes empresas do têxtil e vestuário, desde a China aos EUA – estima a organização.

Em menos de dez anos a ATP conseguiu trazer para o Porto os três grandes congressos que se realizam na indústria têxtil em todo o mundo: em 2012 organizou o congresso da International Apparel Federation (IAF, vestuário) e, em 2017, o da Euratex, a confederação europeia que representa as associações de têxteis e vestuário.

Neste caso em concreto, estamos perante um regresso do evento à Europa, depois de, nos últimos anos ter andado pela Ásia. A edição deste ano irá decorrer em setembro em Nairobi, no Quénia. Em 2019 será no Porto, de 20 a 22 de outubro.

De referir que, depois de terem atingido em 2017 um recorde histórico, aumentando 4% em termos homólogos para os 5.237 milhões de euros, as exportações portuguesas de têxteis e vestuário acumulam até junho deste ano uma nova subida, de 2%, para 2,7 mil milhões de euros.

Empresários e gestores de grandes empresas do setor têxtil e vestuário, desde a China aos EUA terão direito a um programa oficial do evento marcado também por momentos de convívio social, com passagem pelo Douro vinhateiro, um jantar de gala no Palácio da Bolsa. As Caves de Vinho do Porto e o Terminal de Cruzeiros de Leixões serão, por esses dias, locais de visita obrigatória.