O “fim” das lentes de contacto e dos óculos

Em substituição, a promessa passa por umas gotas “nano”, ou seja, mini no tamanho mas gigantes na ação “milagrosa”! Uma verdadeira revolução para quem usa lentes ou óculos.

Por esta altura, já terá suspirado só de imaginar não ter de usar óculos ou lentes de contacto! Isso mesmo é o que está a tentar alcançar uma equipa de investigadores de Israel que deu os primeiros passos nesse sentido ao inventar as “nanogotas” – uma solução que pode vir a eliminar a necessidade de usar óculos ou lentes. A investigação foi feita por especialistas do Centro Médico de Shaare Zedek, em Jerusalém, em conjunto com cientistas da Universidade de Bar-Ilan, e foi já apresentada na presença de mais de 350 profissionais de saúde.

Apesar de ainda só terem sido testadas em animais, os resultados mostraram já melhoria das condições de miopia e hipermetropia. O diário israelita “The Jerusalem Post” revelou que um dos responsáveis pelo estudo, David Smadja, explicou que a equipa desenvolveu as gotas para os olhos a partir da nanotecnologia, ou seja, através da manipulação da matéria a uma escala atómica e molecular.

O oftalmologista garantiu ainda revolucionar o tratamento dos problemas de visão, como a miopia (dificuldade em ver ao longe) ou a hipermetropia (dificuldade em ver ao perto). “Este é um novo conceito para corrigir problemas refratários”, defendeu David Smadja. Para já, o oftalmologista ainda não especificou a regularidade que as “nanogotas” teriam de ser usadas, nem os possíveis efeitos secundários. O modo de utilização seria feito a partir de uma aplicação no telemóvel, que iria medir a refração ocular e administrar um género de carimbo a laser na córnea do paciente.

Haja esperança! O teste em seres humanos será feito ainda este ano e, se resultar, “as nanogotas” podem vir a eliminar a necessidade de usar óculos ou lentes. É caso para dizer bendita nanotecnologia!