O Piano invade a vila de Óbidos

De 25 de Julho a 11 de Agosto de 2018, a música de piano enche por completo a vila medieval de Óbidos.

Trata-se da Semana Internacional de Piano de Óbidos. Cursos, masterclasses e concertos dão vida ao festival, atraindo amantes da música e entusiastas do Piano.

“Desde 1996, a Semana Internacional de Piano de Óbidos – SIPO é um marco no panorama da música internacional. Temos o orgulho e a satisfação de receber artistas de reputação excepcional no mundo da música, proporcionando momentos de rara qualidade num programa altamente diversificado. O encanto e a hospitalidade de vila medieval de Óbidos têm contribuído consideravelmente para o sucesso deste extraordinário evento cultural”, refere Manuela Gouveia, diretora artística na página oficial do evento.

Recorde-se que a primeira edição da Semana Internacional de Piano de Óbidos – SIPO – teve lugar em agosto de 1996 e ao longo destes anos, sem interrupção, a SIPO tem acolhido em Óbidos grandes personalidades do mundo da música e jovens estudantes vindos do mundo inteiro para um encontro com os estudantes portugueses. A finalidade destes encontros é o de aperfeiçoamento dos conhecimentos musicais de todos os participantes através dum trabalho estimulante e intenso com grandes mestres. O ambiente encantador e o acolhimento caloroso de Vila de Óbidos muito têm contribuído para o sucesso deste evento.

Durante dez dias, a música de piano enche por completo o burgo medieval de Óbidos: A SIPO tem conseguido criar um novo público constituído por todas as faixas etárias e sociais nesta Região carenciada de eventos culturais desta natureza.

Desde 2011é atribuído pela RDP/Antena 2, o “Prémio Antena 2” na forma de um concerto gravado em direto na série “Concertos abertos “ da Antena 2 em Lisboa, e mais dois concertos em diferentes locais. Este prémio é atribuído pelo público e pelos professores da SIPO aos estudantes que mais se destacam nos concertos dos participantes das master classes. Os premiados 2017 são Rafael Ruiz (Brasil) & Xiaoyu Guo (China).

Em 2017 foi instituído o “Prémio ACIM”, no valor de 500€, para a melhor interpretação de uma obra de autor português.

Conheça aqui o programa.