Os bastidores do filme “Carga” em fotografia

Exposição fotográfica vai ser inaugurada a 2 de novembro, pelas 14h30, e procura alertar para o drama das vítimas de tráfico de seres humanos. Conheça os bastidores do filme através da fotografia.

O filme “Carga”, de Bruno Gascon, chega às salas de cinema a 8 de novembro, retratando o drama do tráfico de seres humanos. Antes disso a 2 de novembro, pelas 14h30, chega ao Mercado Municipal de Matosinhos a exposição “Um Olhar Fotográfico sobre os bastidores do filme Carga”, promovida pela Rede Regional do Norte de Apoio e Proteção a Vítimas de Tráfico de Seres Humanos em parceria com a Câmara Municipal de Matosinhos.

A exposição reúne vinte das imagens captadas pelo fotógrafo Luís Sistelo durante os 54 dias de rodagem do filme, que conta com a estreia cinematográfica da manequim matosinhense Sara Sampaio. As fotografias de Luís Sistelo selecionadas para a exposição procuram simultaneamente dar a conhecer os bastidores do filme e sensibilizar os visitantes para o crime de tráfico de seres humanos.

A inauguração da exposição, que estará patente até 8 de novembro, contará com a presença da presidente da Câmara Municipal de Matosinhos, Luísa Salgueiro, do Relator Nacional para o Tráfico de Seres Humanos, Manuel Albano. A visita à mostra pode ser feita individualmente ou com o apoio e o enquadramento de técnicos da Rede Regional do Norte de Apoio e Proteção a Vítimas de Tráfico de Seres Humanos. As visitas guiadas deverão ser agendadas previamente através do e-mail redetshnorte@gmail.com ou do telefone 918654101.

Constituindo uma atroz violação dos mais elementares direitos humanos, afetando milhões de pessoas todos os anos, o tráfico de seres humanos (TSH) é uma realidade com um impacto económico comparável ao do tráfico de armas e de droga, ao qual Portugal não está imune. Em 2016, de acordo com Observatório do Tráfico de Seres Humanos do Ministério da Administração Interna, foram sinalizadas 264 presumíveis vítimas de TSH em Portugal, representando um acréscimo 68,8% relativamente ao ano anterior. Em 2017 foram confirmadas 118 vítimas.

Em 2013 foi criada em Portugal a Rede de Apoio e Proteção às Vítimas de TSH, sob coordenação da Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género (CIG). A rede, de que a Câmara Municipal de Matosinhos faz parte, tem como missão combater o tráfico humano, apoiar as vítimas, sinalizar casos suspeitos e sensibilizar a comunidade para o problema.