Pais querem passar mais tempo com os filhos

Os pais irão exigir, cada vez mais, opções de trabalho flexível por parte dos empregadores, de forma a permitir-lhes passar mais tempo com a família, de acordo com um novo estudo da Regus.

O inquérito concluiu que 85% dos pais trabalhadores preferiam perder outros benefícios em prol do trabalho flexível, com 81% dos inquiridos a defender que é mais vantajoso um melhor equilíbrio entre a vida pessoal e profissional. Os espaços de trabalho flexível, conhecidos como coworking, oferecem aos trabalhadores e funcionários um espaço onde podem trabalhar sem se deslocarem para o escritório ou ficarem em casa, onde estão sujeitos a distrações. O aumento de espaços de trabalho flexível significa que as pessoas têm cada vez mais acesso a estas localizações, independentemente do sítio onde se encontram.

Esta acessibilidade é um benefício-chave da utilização dos espaços de trabalho flexível, o que dá aos utilizadores a possibilidade de não terem de se deslocar para o trabalho e de poderem trabalhar mais perto de casa. De acordo com o inquérito da Regus a pais trabalhadores, a principal atividade em que gastariam mais tempo, em vez da deslocação para o trabalho, seria estar com a família (71%), seguida de ter “tempo para mim”, como tomar um banho prolongado ou sair com os amigos (38%).

Os empregadores devem igualmente estar atentos, uma vez que as opções de trabalho flexível são uma das principais prioridades dos pais trabalhadores. 96% dos pais trabalhadores afirmam que trabalhariam para um empregador que disponibilizasse trabalho flexível como parte do pacote de benefícios e 74% afirmam que estão dispostos a aceitar um trabalho diferente caso este disponibilize várias localizações para trabalhar. Por exemplo, os pais trabalhadores disseram que estavam dispostos a trabalhar à hora de almoço (85%) ou a perder outros benefícios, como a mensalidade do ginásio (85%), para adotar o trabalho flexível.

“O ritmo da vida profissional moderna pode tornar difícil a gestão do equilíbrio entre a vida pessoal e o trabalho para qualquer um, mas os pais, principalmente, lutam para garantir a harmonia entre família e carreira. A utilização de espaços de trabalho flexível oferece aos pais uma solução, ao eliminar o tempo de deslocação para o trabalho e ao disponibilizar-lhes um horário flexível que seja compatível com as obrigações pessoais. O número de pais que se dizem interessados nos benefícios do trabalho flexível está a aumentar, o que sugere que os empregadores devem esperar que mais pais trabalhadores perguntem por esta possibilidade quando procuram um novo emprego”, afirma Jorge Valdeira, Country Manager da Regus em Portugal.