Plastic People lançam álbum de estreia “Visions”

"Visions" está à venda a partir de hoje, 28 de setembro, e é uma edição Sony Music.

“Visions” é o primeiro capítulo da história dos Plastic People que remonta a 2015 quando André Frutuoso e João Gonçalo começam a trabalhar juntos, lançando as bases do que viriam a ser as primeiras demos da banda. A estreia acontece, em Maio de 2016, como Human Fiction, desvendando já uma sonoridade pós-punk, rock e alternativa nas suas composições. Após várias formações, e já com João Tiago (Loto, Balla) nos sintetizadores, teclados e voz, a banda adopta o nome Plastic People para um concerto de apresentação, em Alcobaça, em Dezembro desse ano.

No início de 2017, decidem participar no concurso de bandas EDP Live Bands, vencendo a edição desse ano. Sobem ao palco Heineken do festival NOS Alive’17, em Lisboa, e viajam até Madrid para tocar no festival Madcool.

No final desse Verão, iniciam a pré-produção de “Visions”, instalando o seu estúdio no antigo Clinic (o mítico club que durante a primeira década do milénio voltou a colocar Alcobaça no mapa com concertos de artistas e DJs nacionais e internacionais). André, João Gonçalo e JT finalizam a maquete com os temas do álbum de estreia e avançam para as gravações no início de março de 2018.

Os Plastic People juntam-se a Nuno Roque (produtor que trabalhou com bandas como Capitão Fausto, Keep Razors Sharp, Sérgio Godinho ou Mercado Negro). Os métodos de captação do produtor, utilizando microfones e pré-amplificadores dos anos 60 e 70, os efeitos nas guitarras vindos dos pedais das mesmas décadas e dos amplificadores a válvulas, os teclados e sintetizadores analógicos vintage, tudo se conjuga e se combina em volta da sonoridade pós-punk e alternativa dos Plastic People.

A produção é da própria banda e de Nuno Roque, a mistura é do produtor lisboeta e a masterização ficou a cargo de Mário Barreiros.