Portugal got talent

Nos tempos mais recentes, temos sido presenteados com o aparecimento de grandes talentos no que respeita ao desporto português. Um país que já viu surgir nomes como Eusébio, Luís Figo, Cristiano Ronaldo, Ricardinho, Madjer ou até Miguel Oliveira não pode ser considerado um país qualquer.

Portugal é um país recheado de talento, o segredo reside em como encontrá-los e em como os lapidar. Vamos então ao longo deste artigo perceber como aparecem estes jovens talentos que tentam catapultar-se para as luzes da ribalta.

Centrando as nossas atenções no futebol e nas camadas jovens dos clubes portugueses, é possível verificar uma melhoria tremenda nos últimos anos. Desde o aparecimento das equipas B que as boas prestações das seleções jovens portuguesas têm sido uma constante. Recentemente, a geração de 99 que já havia conquistado o campeonato da europa de sub17, voltou a erguer o troféu, desta vez na categoria de sub19, algo que diz muito sobre o talento dos nossos jovens que por vezes precisam apenas de uma oportunidade para demonstrar toda a sua qualidade e maravilhar até os espetadores mais desatentos.

Num passado recente tivemos vários exemplos em Portugal de jovens valores que deram o salto para outro patamar assim que tiveram oportunidade de se mostrar. Por exemplo, Renato Sanches, Nelson Semedo, Rúben Neves, André Silva, Gelson Martins ou Gonçalo Guedes. Todos eles começaram nos escalões jovens de equipas portuguesas e estão agora em equipas e campeonatos superiores, muito por culpa do seu talento, mas não só… ao talento, que existe, é sempre necessário juntar o trabalho, a dedicação, a ambição… todos estes requisitos são necessários para que estes jovens possam chegar longe. Todos eles têm a sorte de ter crescido a ver a evolução de CR7 que funciona para a maior parte destas “promessas” como um verdadeiro ídolo, não só pelo que joga mas também pelo que trabalha.

Para terminar, é bem possível que esta época tenhamos a possibilidade de ver mais jovens surgir no nosso campeonato. Existe uma grande probabilidade de nas principais equipas vermos surgir valores seguros para o futuro do nosso futebol. No Benfica, Gedson e João Félix serão, à partida, apostas para esta temporada, existindo ainda a possibilidade de vermos João Filipe, mais conhecido por Jota, aparecer na equipa principal. No Porto, Diogo Leite parece ser uma aposta firme por parte do treinador e, até ver, tem cumprido sempre que solicitado. Além do jovem central, também André Pereira poderá ser aposta. No Sporting, apesar da situação difícil, poderemos ver um menino de seu nome Miguel Luís aparecer na equipa principal e causar uma agradável surpresa aos adeptos. Por fim, no Braga, é natural que vejamos surgir no plantel principal, Francisco Trincão, um jovem com imensa qualidade.