Prémio de Jornalismo para a área da oncologia

Está aberto o período de candidaturas ao "Prémio de Jornalismo 2018" da Liga Portuguesa Contra o Cancro (LPCC). Até dia 5 de abril, os jornalistas com carteira profissional válida em Portugal poderão apresentar um ou mais trabalhos relacionados com a doença oncológica (num máximo de três), publicados ou difundidos por qualquer meio de comunicação nacional entre 1 de janeiro e 31 de dezembro de 2018. O prémio, no valor total de 10.000,00 €, será repartido igualmente entre os vencedores das categorias de audiovisual (televisão e rádio) e imprensa (imprensa e internet).

Este prémio de Jornalismo, em parceria com a farmacêutica AstraZeneca e que conta com o apoio institucional do Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas (ISCSP) e do Sindicato dos Jornalistas, será atribuído com base em critérios de avaliação como a pertinência, relevância e impacto da informação para o público, a capacidade para despertar e cativar o interesse dos leitores/audiência, a objetividade, independência e respeito pelos princípios éticos do jornalismo e a originalidade do tema e respetiva abordagem. Para Vítor Rodrigues, Presidente da Direção Nacional da LPCC, “esta é uma forma de reconhecer a importância dos meios de comunicação social no esclarecimento, divulgação e sensibilização da comunidade para as questões relacionadas com a doença oncológica.”

O painel de jurados, presidido pelo Arquiteto Henrique Coelho, Vogal da Direção Nacional da LPCC, será constituído pela Prof.ª Doutora Maria do Carmo Vieira da Silva – Coordenadora de departamento na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa; pelo escritor Ramiro Teixeira Mourão; pelo Prof. Doutor Rui Medeiros, médico especialista em anatomia patológica; pela Professora Maria Laura Mendes, professora do 2º ciclo de Português; pelo Prof. Doutor Paulo Martins, docente no ISCSP e diretor editorial da revista do Clube de Jornalistas, “Jornalismo & Jornalistas”; e pela jornalista Carla Lobo.

A entrega do prémio está agendada para dia 30 de abril, no ISCSP, onde serão ainda discutidos “Os constrangimentos do jornalismo em saúde”, que contará com um painel de especialistas na área da comunicação em saúde.

Mais informações e consulta de regulamento aqui.