Quem vai a Aveiro e não prova…

Leitão da Bairrada e ovos moles

É uma das 7 Maravilhas Gastronómicas, faz as delícias de visitantes e turistas e é merecedor do título de Rei. Não raras vezes, é enviado para o estrangeiro como embaixador da gastronomia portuguesa. O leitão é, por excelência, um cartão-de-visita da gastronomia bairradina.

Para garantir a qualidade do Leitão no prato é necessário que se tenham presentes todas as etapas de preparação, que passa pelo peso do animal, idealmente de 7 a 8 Kg, a matança do leitão, a confeção e, finalmente, a assadura.

Quente ou morno é o ideal para que os seus aromas fiquem mais intensos, mas também não falta quem o aprecie frio. Já com água na boca? A desejar dar uma trinca naquela pele estaladiça?

Quem resiste senão ao maior, a um dos maiores símbolos de Aveiro por excelência? Falamos dos ovos moles, pois está claro! Os Ovos Moles de Aveiro foram o primeiro produto de pastelaria em Portugal a receber a denominação IGP – Indicação Geográfica Protegida. A União Europeia inclui-os na lista de produtos a serem distinguidos pela designação IGP. Uma doce tentação servida em barriquinhas de madeira decoradas com coloridas pinturas de temática regional ou revestidos de hóstia, imitando formas marinhas. Esta sobremesa, confecionada de acordo com a receita original, com métodos tradicionais, que salvaguardam o conhecimento perpetuado por várias gerações.

Bom apetite!