Serralves descobre os sons ocultos do Porto com Tarek Atoui

"I/E PORTO" - assim se chama o projeto que mais não é do que é uma arqueologia sonora que procura alcançar estruturas ocultas na cidade. Os sons são gravados no mar, no rio, no mundo subterrâneo, movidos para a luz numa tentativa de localizar, esperando decifrar e entender a identidade do lugar.

As gravações transcrevem as múltiplas camadas da paisagem e dos sons e para este projeto, Tarek Atoui, artista e músico libanês radicado em Paris, tem colaborado com especialistas em gravações sonoras, como é o caso do que acontece agora no Porto e que contará com o apoio do especialista Eric La Casa. “Juntos, navegarão pela acústica, refrações e reverberações das linhas de água da cidade e dos seus arredores usando diferentes microfones para fazer um exame sonoro tanto à escala macro como micro. Alguns dos sons remontam a milhares de anos e outros pertencem à cidade contemporânea. A partir da escuta das atividades humanas e naturais, nos portos e cais, exploram a forma como o som reflete as realidades culturais, sociais e económicas”, avança Serralves.

Fundação Serralves
Fundação Serralves

O trabalho de pesquisa foi desenvolvido durante uma residência no Porto na Sonoscopia e será documentado pelo fotógrafo analógico Alexandre Guirkinger. “O material acumulado através das gravações sonoras constitui o ponto de partida para uma interpretação do lugar, para uma composição e performances que extrapolam para o espaço, reintroduzindo no lugar os sons das suas próprias histórias ocultas”.

Originalmente concebido por Tarek Atoui como um estúdio de som, um espaço de escuta e uma plataforma de performance alojada dentro de um contentor à prova de som, I/E foi apresentado pela primeira vez como uma versão protótipo em outubro de 2013 no Carrousel du Louvre como parte da feira de arte FIAC, instalada em frente à Pirâmide do Museu do Louvre e chega agora à cidade do Porto. A apresentação ao vivo acontecerá no Parque de Serralves com Tarek, La Casa e a participação dos músicos associados da Sonoscopia: Alberto Lopes, Gustavo Costa e Henrique Fernandes.