Serralves expõe obras de Cabrita em Gaia

O artista marcará presença na inauguração, uma semana antes de se apresentar no Museu de Serralves com a exposição CABRITA - A ROVING GAZE (UM OLHAR INQUIETO).

Pedro Cabrita Reis regressa a Serralves depois de aí ter exposto em 1999. CABRITA: OBRAS NA COLEÇÃO DE SERRALVES é uma exposição a ser apresentada no Espaço Corpus Christi, em Vila Nova de Gaia, no âmbito do acordo de integração do município de Gaia como Fundador de Serralves. A inauguração contará com as presenças do Presidente do Município, Eduardo Vítor Rodrigues, e da presidente da Fundação de Serralves, Ana Pinho.

Esta iniciativa integra-se num programa de exposições e apresentação de obras da Coleção de Serralves especificamente selecionadas para os locais de exposição com o objetivo de tornar este acervo acessível a públicos diversificados de todas as regiões do país. Este programa de itinerâncias percorre o país, apresentando diferentes exposições e obras em mais de 30 locais e municípios, cumprindo assim a Fundação de Serralves, que este ano celebra o seu 30º aniversário, a sua missão de apoio efetivo à descentralização da oferta cultural.

A exposição CABRITA: OBRAS NA COLEÇÃO DE SERRALVES  oferece ao visitante um vislumbre sobre a evolução formal e conceptual de Pedro Cabrita Reis (Lisboa, 1956), marcada pela combinação de memórias de gestos e ações da vida de todos os dias, e pela utilização de um leque muito variado de materiais de grande simplicidade.

O trabalho de Pedro Cabrita Reis é marcado pela definição de uma linguagem poética própria, referenciadora de vários momentos da filosofia e da história da arte, e sediada num campo de memórias pessoais e coletivas invocadas e reconstruídas. O artista recicla reminiscências de gestos, ações, objetos e espaços primordiais do quotidiano, criando obras que adquirem um poder de associação que, transpondo o material e o visual, alcança uma dimensão metafórica, potenciando ao observador múltiplas hipóteses de experienciação.

Cabrita: Obras na Coleção de Serralves integra o programa de exposições que celebra os trinta anos da Coleção de Serralves.