Serralves vai “Preservar a Vida na Terra”

A utopia ecológica – Patriotismo Terrestre: Preservar a Vida na Terra - estará em debate no auditório de Serralves a 17 de dezembro, entre as 21h30 e as 23h30.

Entre os que defendem a utopia da prosperidade sem crescimento, o decrescimento como forma para enfrentar as consequências do aquecimento global e os que defendem que a solução está no crescimento sustentado, num novo ciclo industrial de economia verde – em debate estará o Patriotismo Terrestre e de que forma se consegue “Preservar a Vida na Terra”.

Esta conferência insere-se no Ciclo de Conferências Utopias Europeias: o poder da imaginação e os imperativos do futuro e tem como objetivo apresentar e discutir várias possibilidades utópicas para a Europa, tendo como pano de fundo o atual debate cidadão sobre o futuro da União Europeia.

Num contexto de incerteza sobre o futuro da Europa, torna-se cada vez mais urgente discutir quais as utopias realizáveis que nos coloquem num horizonte de progresso. Ou, como o expressou Václav Havel, referindo-se à União Europeia, «Sem sonharmos com uma Europa melhor nunca construiremos uma Europa melhor».

O eurodeputado Paulo Rangel, o professor catedrático de Filosofia na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa Viriato Soromenho Marques e Helena Freitas, Doutorada em Ecologia pela Universidade de Coimbra – são os oradores convidados. A moderação estará a cargo de Luisa Schmidt, socióloga, investigadora principal no Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa, onde coordena o OBSERVA – Observatório de Ambiente, Território e Sociedade.