Sim, a Barbie também pode ser astronauta!

No âmbito do “Dream Gap”, projeto que pretende combater a desigualdade e influenciar positivamente as mulheres de amanhã, a astronauta da Agência Espacial Europeira (ESA) Samantha Cristoforetti, única mulher astronauta ativa na Europa, uniu-se à Barbie para inspirar raparigas em todo o mundo a serem aquilo que quiserem.

A Barbie junta-se à agência espacial europeia para incentivar as crianças a tornarem-se na próxima geração de astronautas, engenheiras e cientistas espaciais. A Barbie e a Agência Espacial Europeia (ESA) juntaram-se para incentivar as crianças a tornarem-se na próxima geração de astronautas, engenheiras e cientistas espaciais, realçando as conquistas da única astronauta ativa da Europa, Samantha Cristoforetti.

Aviadora, engenheira e astronauta, Cristoforetti, de 42 anos, foi a primeira tripulante italiana feminina da Agência Espacial Europeia e é, atualmente, um verdadeiro modelo a seguir para todas as meninas com o desejo de enveredar por carreiras científicas. “Espero que esta colaboração com a Barbie ajude meninas e meninos a sonhar num futuro sem limites”, afirma Samantha Cristoforetti.

Esta parceria surge no âmbito do “Dream Gap”, uma iniciativa cujo objetivo passa por igualar as oportunidades em todas as áreas da vida, mostrar o potencial infinito das mulheres e estimulá-las a seguirem sempre os seus sonhos, sejam eles quais forem. Diversas pesquisas detetaram que, a partir dos cinco anos, muitas raparigas começam a desenvolver inúmeras inseguranças e a duvidar do seu potencial – o chamado “Dream Gap”. Na esperança de combater esta fase desafiante de autorreconhecimento, e sublinhando o facto de apenas 15% dos astronautas ativos serem mulheres e de ainda nenhuma delas ter ido à lua, a Barbie pretende continuar a homenagear aquelas que se destacam na sua área profissional, apresentando-as como verdadeiras heroínas e modelos a seguir.

Com o 50º aniversário da aterragem do Apollo 11 na lua, vão ser lançados uma serie de vídeos motivadores, direcionados a pais e filhas, que mostram Cristoforetti a dar as boas-vindas a meninas do Reino Unido, Alemanha, França e Itália, no Centro Europeu de Astronautas, em Colónia, na Alemanha, e a responder a algumas das muitas questões que lhe lançaram sobre o seu extraordinário trabalho diário. Além disso, a Barbie brindará as crianças com diversos conteúdos sobre Cristoforetti no seu canal de Youtube, destacando as suas inúmeras conquistas da tripulante italiana.

Também em Portugal, a boneca icónica da indústria dos brinquedos tem vindo a disseminar mensagens inspiradoras junto dos mais novos, lembrando-os de que sonhar é apenas o início de um futuro brilhante. Foi precisamente com esse propósito que, no Dia Internacional da Mulher, dia 8 de março de 2019, trouxe até ao Centro de Ciência Viva de Lisboa a professora de Astronáutica no MIT, Dava Newman. Numa conversa informal e descontraída, estudantes entre os 12 e os 18 anos conheceram um pouco mais sobre o percurso de Newman e a importância do papel das mulheres nas ciências.

“Estamos orgulhosos por lançar esta parceria com a ESA, que possui um objetivo muito claro: inspirar as meninas a tornarem-se na próxima geração de astronautas, engenheiras e cientistas espaciais. A Barbie sempre mostrou a todas elas que podem ser aquilo que quiserem, dando-lhes a oportunidade de interpretar diferentes papéis, através das bonecas e dos jogos, e de enveredarem por uma multiplicidade de carreiras, incentivando a imaginação e a autoexpressão. Sabemos como é importante para as raparigas terem modelos a seguir e esta colaboração com a ESA ajuda-nos a levar essa missão a um outro nível”, declara Isabel Ferrer, Diretora de Marketing para o Mercado Europeu da Barbie.

“Contrariamente ao que acontece em ciências e na matemática, nas quais meninos e meninas geralmente alcançam classificações semelhantes, poucas são as raparigas que sonham em tornar-se cientistas, engenheiras ou profissionais do espaço. Fatores sociais e culturais, bem como a atitude das famílias nas quais as crianças se inserem, desempenham um papel importante na escolha das ciências e das profissões científicas. A Agência Espacial Europeia dedica-se fortemente a promover o interesse feminino nas disciplinas de ciência, tecnologia, engenharia e matemática, e nas carreiras espaciais em particular, uma vez que precisamos de uma diversidade de talentos para imaginar e possibilitar o futuro no espaço. Estamos, portanto, orgulhosos em lançar a colaboração da ESA com a Barbie, destacando modelos tão inspiradores como os astronautas e incentivando as meninas a acreditarem em si mesmas, a olhar para o céu e a sonhar mais alto”, conclui Ersilia Vaudo-Scarpetta, Chief Diversity Officer da ESA.