“Sports Heritage Collections” no Museu FC Porto

Museu FC Porto reuniu especialistas internacionais para falar sobre património desportivo: “Sports Heritage Collections”.

“Sports Heritage Collections”: uma ativação inédita, especialistas nacionais e estrangeiros de várias instituições museológicas, académicas e desportivas, debateram no Porto a importância do património desportivo, na conferência internacional “Sports Heritage Collections”, uma organização do Museu FC Porto, em parceria com a 20|21 – Conservação e Restauro. Do estudo das coleções à partilha da memória, o evento proporcionou momentos de análise e discussão sobre diferentes temáticas associadas a este segmento da História, no ano em que o FC Porto comemora 125 anos da sua fundação e o Museu FC Porto o seu 5.º aniversário.

Para Jorge Maurício Pinto, diretor de programação do Museu FC Porto, “um evento importante para a valorização e promoção do património desportivo, com a organização pioneira em Portugal, neste caso na cidade do Porto, no Museu FC Porto, de uma conferência com esta abrangência focada no património desportivo, que abordou temas como o restauro, o tipo de coleções existentes e a partilha de “tesouros” em diversos museus desportivos espalhados pelo mundo. Esta conferência internacional permitiu ainda evidenciar o serviço público que o Museu FC Porto continua a prestar na preservação, estudo, partilha e discussão da memória desportiva.”

O “Sports Heritage Collections” contou com a participação de um leque recheado de entidades e personalidades ligadas ao mundo do património desportivo global como foi o caso de Carla Felizardo, do Centro de Conservação e Restauro da Universidade Católica; Tim Desmond, do Museu Nacional de Futebol de Inglaterra; Malte Von Pidoll, do Museu de Futebol da Alemanha; Jordi Penas i Babot, do Museu Barcelona/FC Barcelona; Stephen Done, do Liverpool Story /Liverpool FC e Susan Rees do Qatar Olympic and Sports Museum, entre outros convidados.

Recorde-se que com cinco anos de atividade, o Museu FC Porto é membro da Organização Mundial de Turismo das Nações Unidas (UNTWO), da Associação Portuguesa de Museologia (APOM) e do Conselho Internacional de Museus (ICOM).