“Todo um Mundo” cabe em Gaia

Conferências, debates, música, artes urbanas, performances e cinema fazem parte da programação de Gaia “Todo um Mundo”. Um Fórum Internacional dedicado à cooperação para o desenvolvimento sustentável.

Regressa de 27 a 30 de setembro, o Fórum Internacional Gaia “Todo um Mundo”, reunindo pelo segundo ano consecutivo, no centro histórico de Gaia, um conjunto de pensadores e criadores de mais de vinte nacionalidades. Todos juntos para debater questões fundamentais para assegurarmos o futuro da Humanidade. Este ano, focado no tema “cooperação para o desenvolvimento sustentável”.

Serão quatro dias preenchidos por conferências, debates, música, arte urbana, conversas informais, performances e exibições de cinema, bem como contadores de histórias e momentos de participação da comunidade. Trata-se de um momento de reflexão, mas sempre com um convite à fruição da riqueza criativa da Humanidade. Uma demonstração de como Gaia é um cais ligado ao planeta.

O evento centra-se na ideia de que Gaia é um ponto de encontro para o Mundo, com uma abordagem a sete áreas programáticas: o pensamento, as artes visuais, a música, o cinema, a performance, teatros e contos, além da rota gastronómica.

Recorde-se que em março deste ano, as Nações Unidas lançaram a «Década Internacional para a Ação: Água para o Desenvolvimento Sustentável (2018-2028)». Promover novas parcerias, melhorar a cooperação e fortalecer a capacidade de implementar a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável são os principais objetivos desta iniciativa.

Fortemente ligado ao conceito de rotas, o Fórum Internacional irá, ao longo da sua programação, oferecer aos participantes diferentes rotas programáticas pelas ruas do Centro Histórico. Através dessas rotas será possível percorrer esta zona circulando, entre outros, pela rota dos pensadores, dos contadores de histórias, das artes visuais, da música e dos petiscos.