Todos ao Kastelo aquático!

É o primeiro do género na Europa e o segundo no mundo. Este parque lúdico de aparelhos aquáticos, adaptados a crianças com mobilidade física muito reduzida promete fazer as delícias de muitos! Viva o kastelo!

Este Kastelo já abriu e é para todos! Por estes dias, a maior alegria das crianças com doenças crónicas passa por sentir o vento e a água no corpo! E tudo graças ao parque aquático “Kastelo” que hoje, 23 de agosto, abre portas.

Para crianças com necessidades especiais, os desejos não passam tanto pelos escorregas nem pelas piscinas gigantes! Basta a água, que agora jorra no jardim do Kastelo, para os fazer sorrir. E neste Kastelo habitam neste momento 23 meninos, 20 (dez internados e dez em regime de ambulatório) estão ao abrigo da Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados, e três são particulares. Têm doenças metabólicas e neuromusculares, paralisias cerebrais, traumatismos cranioencefálicos e doenças auto-imunes. “Muitas destas crianças nunca tiveram experiências como outros meninos da sua idade”, repara. O parque aquático acaba por ser diferente nisso, ao dar-lhes oportunidades que eles nunca tiveram. “O importante é mesmo a qualidade de vida, o relaxamento, o conforto”, menciona Teresa Fraga, a diretora técnica do espaço.

A inauguração oficial é esta quinta-feira mas alguns meninos tiveram direito a uma pré-abertura. A enfermeira especializada em cuidados intensivos pediátricos, Teresa Fraga, e também diretora técnica do espaço, garante que neste Kastelo “se faz história porque crianças ligadas a um ventilador podem agora frequentar um parque diariamente “. Melhorar a qualidade de vida de crianças que dependem de cuidados intensivos neonatais e pediátricos é a missão da Associação NOMEIODONADA. Com a campanha “70 Mecenas no Kastelo”, um evento de angariação de fundos, arrecadaram 70 mil euros, o suficiente para metade do investimento. O parque fica nas traseiras do edifício principal, rodeado de um enorme jardim, uma horta e até uma quintinha com ovelhas! O exemplo veio dos EUA. Trata-se do Morgan’s Inspiration Island, na cidade de San Antonio, no Texas. Abriu em junho do ano passado e é o primeiro parque aquático no mundo pensado para receber crianças com problemas de mobilidade.

Mas neste Kastelo cabem todos! Aos sábados e domingos durante a tarde, de maio a setembro, as portas vão estar abertas a quem quiser usufruir do espaço. 5 euros por família.

A 24 de junho de 2016, nascia a primeira unidade de cuidados continuados e paliativos pediátricos do país e na Península Ibérica. A associação Nomeiodonada transformou um antigo palacete num centro que “quer dar a meninos com doenças graves e incuráveis, alguns em fase terminal, uma vida o mais normal possível, reduzindo o tempo que somam fechados em hospitais”, explica Teresa Fraga, a fundadora.

Procurando disponibilizar às crianças o acesso a terapias diárias como fisioterapia, terapia da fala, terapia ocupacional, um professor, educadora e profissionais de saúde, (pediatras e enfermeiros) especializados na área da doença crónica, o que este Kastelo pretende é “dar vida aos dias das crianças e não dias à vida!”.