Turno da Noite

Sabia que as Corujas-das-Torres detetam um alvo a 10 metros de distância ou que os morcegos se orientam na escuridão utilizando apenas o som? Na iniciativa O turno da noite, serão desvendamos alguns segredos sobre os carnívoros.

Preferem a noite ao dia e estão perfeitamente adaptados a viver na escuridão. Dia 14 de setembro, a partir das 16h00, conheça animais notívagos como as corujas, os morcegos ou alguns carnívoros e descubra algumas das suas características e adaptações à vida noturna.

Com Miguel Rosalino, do Centre for Ecology Evolution and Environmental Changes (CE3C) da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, Ricardo Brandão, do CERVAS (Centro de Ecologia, Recuperação e Vigilância de Animais Selvagens) e Maria João Silva, do Centro Ciência Viva do Alviela, os participantes poderão descobrir algumas das curiosidades mais interessantes sobre este mundo das rapinas noturnas. Juntos vão revelar algumas curiosidades sobre morcegos. Sabe como se orientam estes mamíferos voadores com uma precisão incrível na total ausência de luz?

No final haverá tempo para o convívio num picnic partilhado, onde será libertada uma rapina que se encontra em recuperação no CERVAS. O dia termina com um passeio noturno para observação de algumas espécies de animais notívagos que se pode encontrar na envolvente do rio Alviela.

A iniciativa serve de warm up para a inauguração da exposição temporária Visões – O Interior do Olho Humano, patente no Centro Ciência Viva do Alviela a partir do dia 28 de Setembro.