ZIPPY recolhe mais de 700 agasalhos

Estendal solidário vai decorrer dia 15 de dezembro na Avenida da Liberdade em Lisboa. ZIPPY apoiou a estreia do Heat the Street Júnior.

Durante duas semanas, a ZIPPY recebeu nas suas lojas casacos e outros agasalhos de criança para a ação solidária “Doar é Receber”. A marca de moda infantil disponibilizou contentores especiais para as famílias depositarem os casacos e outras peças de roupa quente e em bom estado que as crianças já não vestem, apelando nas redes sociais à colaboração de todos.

O apelo foi ouvido e foram recolhidos mais de 700 agasalhos que agora vão ser colocados no estendal solidário da iniciativa Heat the Street.

Esta iniciativa decorre no sábado, 15 de dezembro, a partir das 14h00, na Avenida da Liberdade, em Lisboa, na zona dos Restauradores.

Pela primeira vez, e com o apoio da ZIPPY, haverá um Heat the Street Júnior integrado no formato habitual de estendal solidário. É a resposta da organização do Heat the Street e da ZIPPY aos pedidos de várias famílias que procuram peças de roupa quente para os filhos.

Como é habitual, a corda vai estar dividida em várias seções: Homem, Mulher, Crianças e Acessórios (mantas, cachecóis, luvas e outros), sendo que tudo o que não for recolhido será entregue a associações e lojas de solidariedade social

O movimento Heat the Street existe há três anos e angaria peças de roupa quentes num espírito de recolha livre. Sem fazer perguntas, o movimento estende uma corda que se transforma numa ponte para quem quer doar ou recolher agasalhos. Isto porque não são apenas pessoas sem-abrigo ou em risco de pobreza extrema e/ou carência social que se dirigem ao local para recolher roupa quente, mas também muitas pessoas e famílias que não tem possibilidades de alocar parte do seu orçamento mensal em bens como roupa.

Esta iniciativa espelha os valores e a missão da ZIPPY que tem no centro da sua ação facilitar o dia-a-dia das famílias. Para além de contribuir para a entrega de roupa para algumas crianças que mais precisam, a ZIPPY procura também estimular a importância da solidariedade entre os mais novos.